Seat Edition

Bem vindo ao Seat Edition o TEU fórum!Este fórum foi criado com intuito de juntar todos os/as amantes de automóveis da marca SEAT!Para acesso total ao fórum basta registar e fazer apresentação!
 
InícioInicioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Segurança] Tudo sobre pneus

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
BobJoint
Novato
Novato
avatar

Mensagens : 95
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 35
Localização : Brr, V.A. BxB

MensagemAssunto: [Segurança] Tudo sobre pneus   Dom Out 10, 2010 4:04 pm

A função do pneu
Actualmente, o grau de aperfeiçoamento dos pneus e dos veículos é muito elevado. Os automobilistas acabam por esquecer que o pneu é o único ponto de contacto entre o veículo e o solo, e que por conseguinte, deve assegurar um certo número de funções, tais como guiar, suportar a carga, amortecer, rodar, transmitir os esforços , durar.

Guiar
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
O pneu guia o veículo com precisão, quaisquer que sejam o estado do solo e as condições climatéricas. A estabilidade de trajectória do veículo depende da manutenção da direcção do pneu. O pneu deve suportar esforços transversais sem deriva de trajectória. Cada veículo tem em geral uma pressão particular de enchimento por eixo. O respeito pelas diferenças de pressão entre as rodas dianteiras e as traseiras garante uma estabilidade de trajectória ideal.

Suportar
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
O pneu suporta o veículo parado, mas também em andamento e deve resistir à transferências de cargas consideráveis na aceleração e na travagem. Um pneu de turismo suporta mais de 50 vezes o próprio peso.

Amortecer
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
O pneu absorve os obstáculos e amortece as irregularidades da estrada, assegurando o conforto do condutor e dos passageiros, assim como a longevidade do veículo .
A principal característica do pneu é a sua grande flexibilidade, nomeadamente no sentido vertical. A grande elasticidade do ar contido no pneu permite-lhe suportar as deformações provocadas pelos obstáculos e as irregularidades do solo. A pressão correcta permite portanto obter um bom nível de conforto e preservar uma boa capacidade de direcção.

Rodar
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
O pneu roda mais regularmente, com mais segurança, menos resistência ao rolamento, para um maior prazer de condução e um consumo de combustível controlado.

Transmitir
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
O pneu transmite esforços : a potência útil do motor, os esforços de travagem. A qualidade dos poucos centímetros quadrados em contacto com o solo condiciona o nível de transmissão desses esforços.

Durar
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
O pneu dura, isto é, conserva ao melhor nível as suas performances durante milhões de rotações da roda. O desgaste do pneu depende das suas condições de utilização (carga, velocidade, estado do revestimento do solo, estado do veículo, estilo de condução...) mas sobretudo da qualidade do contacto com o solo. A pressão exerce portanto um papel de máxima importância.

Ela actua sobre:
- a dimensão e a forma da área de contacto,
- a repartição dos esforços sobre os diferentes pontos do pneu em contacto com o solo.

Estas 6 funções garantem a segurança, o conforto e a economia .
São asseguradas durante toda a vida útil do pneu, mas precauções elementares de uso devem ser tomadas pelo utilizador.

O pneu precisa de ar para funcionar e durar. É então indispensável controlar regularmente as pressões dos pneus. De facto, o pneu perde o seu precioso ar, molécula por molécula, devido à porosidade natural, embora muito pequena, da borracha, a qual se acrescem às vezes causas acidentais, tais como válvula ou juntas não totalmente estanques, pequenas perfurações no pneu...

A pressão condiciona todas as funções do pneu: funções de segurança, de economia, de conforto, e uma pressão incorrecta degrada todas estas performances. Um pequeno controlo feito regularmente evitará muitos problemas.

Ler um pneu
Conhecer todos os conceitos básicos de um pneu lendo as informações da sua parte lateral (ou flanco).
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Tipo de pneus
Define a utilização correcta do pneu. P significa que é um pneu para veículos de passageiros. LT significa que é para camionetas.

Largura do pneu
A largura do pneu é medida em milímetros, de um flanco ao outro. Este pneu tem uma largura de 215 milímetros.

Relação largura/altura
Relação entre a altura e a largura da secção transversal do pneu. 65 significa que a altura é igual a 65% da largura do pneu.

Construção
Indica como o pneu foi fabricado. "R" significa radial, denominando a carcaça. As telas são camadas de tecido que constituem a carcaça do pneu e que o atravessam radialmente, de talão a talão. Um "B" indica que o pneu é de construção diagonal, ou seja, a carcaça atravessa o pneu diagonalmente, de talão a talão, alternando as telas de tecido de direcção, de modo a se reforçarem uma à outra.

Diâmetro da roda
A largura da roda de um extremo ao outro. Esta roda tem um diâmetro de 15 polegadas.

Índice de carga
Indica a carga máxima, em libras, que um pneu pode suportar quando tem a pressão correcta. A indicação da carga máxima, em libras e quilogramas, encontra-se também noutra parte do flanco.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Índice de velocidade
Indica a velocidade de utilização máxima de um pneu. H indica que o pneu tem uma velocidade de utilização máxima de 130 mph. Tenha em atenção que este índice diz apenas respeito à capacidade de velocidade do pneu, NÃO sendo uma recomendação para exceder os limites de velocidade máxima impostos por lei. Conduza sempre dentro dos limites de velocidade permitidos.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

DOT
Significa que o pneu está em conformidade com todas as normas de segurança aplicáveis, estipuladas pelo Departamento de transportes norte-americano (DOT). Junto a esta indicação encontra-se a identificação ou número de série do pneu, que consiste numa combinação de números e letras, com um máximo de 12 dígitos.

UTQG
Significa Uniform Tire Quality Grading, um sistema de classificação da qualidade desenvolvido pelo Departamento de transportes norte-americano (DOT). Para mais informações sobre UTQG, consulte 'Classificação de pneus'.

Data de fabrico
A data de fabrico que se deve ter em atenção quando se compra um pneu.

Na data aparece o número da semana e o ano em que foi fabricado.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Neste exemplo o pneu tem a data: 0806

Significa que foi construido na semana 8 (08) do ano 2006 (06).

8PY é o código do fábricante.


Coisas que precisa saber sobre a pressão do ar
Os pneus suportam o peso do seu carro, certo? ERRADO! A pressão do ar dentro do pneu é que suporta o carro, não é verdade? O pneu é basicamente um contentor que segura o ar.

Até que ponto a pressão do ar é importante?
Uma pressão correcta é absolutamente necessária para uma boa utilização. tracção e durabilidade.

Não se pode contudo, acertá-la e esquecê-la!
O estado do tempo pode ter um efeito significativo na pressão dos seus pneus. Por exemplo, nas zonas mais frias do país, o Outono e os primeiros meses do Inverno, são as alturas mais críticas para verificar a pressão dos seus pneus. Isto é necessário porque as temperaturas estão mais frias, e o ar contrai quando é arrefecido.

A pressão dos pneus muda com qualquer alteração da temperatura ambiente
Por cada alteração ± 6º centígrados na temperatura ambiente, a pressão dos seus pneus mudará 1 psi. Diminuirá com temperaturas mais baixas e aumentará com temperaturas mais elevadas.
Se a amplitude térmica entre o Verão e Inverno, na sua região, variar entre os 6º e os 25º resultará numa perda de cerca de 5 psi e sacrificará a utilização, durabilidade e segurança dos seus pneus.

Verifique a pressão dos seus pneus todos os meses
Em média, os pneus perdem 0.5 kg de pressão por mês. Perdem ainda mais durante mudanças extremas de temperatura. Uma pressão correcta prolonga a vida dos pneus e ajuda a uma boa média de consumo.
Certifique-se de qual a pressão recomendada para o modelo dos seus pneus. Tenha em mente que um carro frio dar-lhe-á sempre uma leitura da pressão do ar mais correcta.

Porquê montar os pneus novos ou menos gastos atrás?
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Independentemente de que o carro seja de tracção dianteira, traseira, ou 4x4, é recomendável montar os pneus novos ou menos gastos no eixo traseiro, para que obtenha uma maior segurança em caso de situações imprevistas e difíceis (travagem de emergência, curva fechada...) sobretudo em solo molhado.

Pneus novos montados na frente:
- O comportamento do carro modifica-se, porque o equilíbrio FR/TR será invertido.
O condutor, habituado com um carro com menos aderência na frente, será surpreeendido.
- Numa estrada escorregadia, a traseira do veículo perderá a aderência antes da frente.
O condutor não terá nenhuma possibilidade de controlar o eixo traseiro e será tentado a reacelerar, o que amplificará o fenómeno de « pião ». Apenas um condutor muito experiente poderá sair desta situação perigosa...
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Pneus novos montados atrás:
- O comportamento do veículo será similar ao que o condutor já conhecia antes da mudança de pneus, pois o equilíbrio de aderência será similar.
- A aderência do eixo traseiro será melhor, e o condutor poderá controlar e guiar o veículo sem problemas, desacelerando e girando o volante no sentido da curva.

________________________________________________________________________________________________


Aumente a sua segurança cuidando dos seus pneus

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Conduzir com pneus gastos, especialmente em pisos molhados, onde os pneus acabam por reduzir a eficácia do sistema de travagem, direcção e tracção. Economizar na segurança do veículo pode sair muito caro

A distância de travagem, se conduzir a 130 km/h, pode aumentar de 36 a 129 metros. O desenho dos pneus gastos não tem profundidade suficiente para drenar a água e expulsá-la sendo propício a situações de hidroplanagem ou aquaplanagem, onde o veículo flutua sobre a superfície da água e por conseguinte a direcção deixa de responder.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Além de realizar uma revisão exaustiva do veículo antes de iniciar viagem, (especialmente da direcção, suspensão e equipamento de travagem), a é recomendável a verificação da pressão de todos os pneus, incluindo o de substituição, que pode perder pressão ou deteriorar-se mesmo que não se use. Para além disto verificar os indicadores de desgaste da banda de rodagem e o estado geral das carcaças são tarefa imprescindível para garantir a sua segurança na estrada.

É importante planificar a carga que vamos levar e, com isso, evitar encher o carro mais do que o devido, já que pode alterar as reacções do veículo antes de uma curva ou antes de uma travagem de emergência.

Nestes casos, deve-se variar a pressão dos pneus em função da carga do veículo: mais carga, mais pressão.

Perante uma situação de furo, o mais importante é manter a calma e a estabilidade do veículo.

Por outro lado, a borracha gasta não mantém as mesmas propriedades elásticas e o pneu perde a aderência nas curvas e nas travagens, tanto em piso molhado como seco, podendo chegar a necessitar do dobro de metros para parar o veículo se comparamos com um pneu novo.

A profundidade mínima legal dos sulcos do pneu é de 1,6 milímetros; se for inferior, o pneu deve ser mudado. Para facilitar o controlo do desgaste, existem nos pneus indicadores a 1,6 milímetros nos sulcos longitudinais. Como estes indicadores acabam por cair no esquecimento, existem alguns truques populares como a medição dos sulcos com uma moeda.

Dez conselhos básicos a ter para com os pneus:

01 – Controlar as pressões antes de iniciar a viagem.
02 – Inspeccionar os indicadores de desgaste e o estado geral dos pneus.
03 – Respeitar os índices de carga e velocidade.
04 – Adequar a condução às características e circunstâncias do terreno.
05 – Evitar travagens e acelerações bruscas.
06 – Verificar o pneu de substituição.
07 – Rever os órgãos de direcção, suspensão e travagem.
08 – Consultar sempre um especialista para os trabalhos básicos na conservação do pneu.
09 – Escolher um pneu adequado para as condições do terreno onde vamos conduzir durante as férias.
10– Não ultrapassar a vida útil de um pneu, determinada não pelo desgaste da sua banda de rodagem mas sim pelo estado de conservação geral e o número de kms percorridos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
[Segurança] Tudo sobre pneus
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Tudo Sobre Multímetros- By Newton Braga
» CANTINHO DO DESABAFO (cantinho para falarmos de tudo e mais um pouco!)
» Álcool
» Co-Wash
» Rhassoul clay

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Seat Edition :: Diversos :: Tipos de condução info :: Segurança activa/passiva-
Ir para: